Thread: DRM in Brazil
View Single Post
Old 27-02-2010, 14:31   #11
PP5AZF-Ataliba
Registered User
 
Join Date: Nov 2007
Location: São José-SC-Brazil (GG52QK) - 27.34S 48.37W
Posts: 657
I need to publish this material below

Dear Ataliba,

Thank you very much for this important information.

One interesting point is that the quality of the signal is never mentioned.

Some other comments are child play:
1- DRM is not a commercial company so we have nothing to sell, Ibiquity is a private commercial company with equity, they need revenues to live and the only way to make them is from sales of their products; nothing is paid to DRM but the patent DRM is using. No DRM fee on top of the patents. Ibiquity does add a fee on top of the patents they use for the reason explain above. This a reality that cannot be discussed. The best proof is that Via licensing is gather the patent owners in DRM, so it is different from DRM, DRM has no access to internal informations, we can influence the pricing, etc. So this is clearly not DRM it is via licensing a subsidary of Dolby (I can tell you I was one a few years ago interested in participating to on of their meeting as TDF (a patent owner) and I was sack away so far I was not the one in charge of patent in TDF)

2- If Ibiquity does not ask for any payment then it means that Ibiquity is subsidizing its product which is forbidden in a "free market" as written by the author of this email.

3- HD is a proprietary system, this is also a reality, this is not a standard as stated by laws. It is a US system, it is not recognized by the ITU nor the ETSI. It is US system accept in the US, It has been validated by US administration for US owners for the US market. It has not been validated by any international body. It is a fact. I shall ask my engineers to go to the web site that is mentioned

4- HD Receivers are available although I have not seen any in Brazil. The one I could see was bought or offered by ibiquity. Again the points are the quality (robustness, flexibility of the signal) and how the technology can improve the conditions of broadcasting in Brazil (SFN, spectrum management, future evolution to DRTV, savings, the new business model associated with DRM, etc). No comment on these points at all. To make a perfect 40 USD receiver in the store from scratch it take less than 1 year and 3 M USD. At the size of the Brazilian market it is not strategic to have a receiver available. In our world or fast development of component, it might be a weakness, the latest on board being the best as usual. Better have an excellent standard. So if delay has to be considered as suggested, the delay to have a 40 USD DRM (AM and FM) receiver will be less than the tile to install the networks. And this is what counts.

5- Of course we can publish all information that we have. We shall not do because we are contributors to the MC process. But I prefer face to face explanations. I am of course at the disposal of anyone or any group that would like to know more about the benefits of DRM for the broadcasters ( I now feel that many are not aware of the benefits of DRM) and also for the listeners. I could see no comment mentioning them ! They are ultimately those concerned.

6- DRM+ is no longer in development we shall have international standards (ETSI and IEC / ITU) by April at the latest. It is an extension of the existing DRM standard.


Thanks again Ataliba and best regards

Michel


>>> ataliba TRT 26/02/10 08:46 >>>
I send a copy of an email I received where the President of iBiquity is
pleading with his nails and teeth HDRadio system. I thought you should
be aware of this material.

***********************************************
Estou enviaando cópia de um email que recebi onde o Presidente da IBIQUITY
está defendendo com suas unhas e dentes o sistema HDRadio. Achei que
você deveria ficar sabendo deste material.


Eng. André Bouças escreveu:
>
> *De:* Assessoria Técnica - ACAERT
> [mailto:assessoriatecnica@acaert.com.br]
> *Enviada em:* quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010 18:51
> *Para:* Eng. André Bouças
> *Assunto:* Fw: Test of Brazil E-mail Blast
>
> ----- Original Message -----
>
> *From:* Lisa Ballesteros
>
> *To:* assessoriatecnica@acaert.com.br
>
>
> *Sent:* Wednesday, February 24, 2010 6:31 PM
>
> *Subject:* Test of Brazil E-mail Blast
>
> Carta aberta aos nossos amigos brasileiros:
>
> Já que a escolha final de um padrão para o rádio digital no Brasil
> está se aproximando, gostaria de aproveitar pessoalmente a
> oportunidade para esclarecer algumas concepções incorretas que vocês
> podem ter ouvido sobre a tecnologia de HD Radio. A iBiquity acredita
> ser importante que qualquer que seja a decisão a ser tomada se baseie
> em informações precisas e verdadeiras.
>
> 1. Não será necessário que os radiodifusores façam pagamentos
> recorrentes de royalty para a iBiquity se a tecnologia de HD Radio for
> adotada no Brasil. O preço de compra dos equipamentos de transmissão
> de HD Radio já inclui todos os royalties da iBiquity para estes
> equipamentos. Os radiodifusores estão autorizados a usar estes
> equipamentos durante toda a sua vida útil. Vários fabricantes estão
> disponibilizando equipamentos - empresas americanas, brasileiras e
> européias- e os preços se estabelecem a partir de uma competição de
> mercado livre.
>
> 2. Todos os sistemas de radiodifusão digital que estão sendo avaliados
> pelo Brasil possuem um custo de royalty. A DRM também inclui uma taxa
> de royalty embutida no preço de seu equipamento. (veja
> http://www.vialicensing.com/licensing/DRM_fees.cfm para maiores
> informações sobre as taxas de licença de DRM).
>
> 3. O sistema de HD Radio possui um padrão aberto e publicado. A
> documentação completa para o sistema está disponível nos Estados
> Unidos através do National Radio Systems Committee, onde é descrito
> pelo padrão NRSC-5-B. Está disponível para consulta na
> http://www.nrscstandards.org/downloa...e=NRSC-5-B.asp.
>
> 4. O sistema de HD Radio é totalmente comercializável e está pronto
> para ser distribuído hoje no Brasil. Existem mais de 100 receptores de
> HD Radio disponíveis a partir de US$49. O DRM oferece muito poucos
> produtos comerciais. A tecnologia DRM+ FM ainda é experimental -
> equipamentos de transmissão comercial e receptores não existem. Se o
> sistema de DRM for escolhido para o Brasil, a implementação de
> serviços digitais será postergada, no melhor dos casos, em alguns anos
> na medida em que os produtos comerciais sejam desenvolvidos e, no pior
> dos casos, será um fracasso devido à natureza experimental do DRM+.
>
> 5. A iBiquity se compromete a licenciar sua tecnologia para todos os
> fabricantes de transmissores e receptores brasileiros sob termos
> justos e não discriminatórios. Todas as empresas terão a possibilidade
> de oferecer produtos de HD Radio.
>
> 6. A iBiquity reconhece a importância do rádio comunitário FM como uma
> parte única e importante do setor de radiodifusão brasileiro. Fizemos
> provisões especiais para garantir que estas emissoras não sejam
> excluídas. A iBiquity está trabalhando com empresas brasileiras no
> desenvolvimento de produtos de transmissão digital que contemplem as
> necessidades especificas deste setor e que sejam viáveis a preços
> acessíveis.
>
> A resposta da iBiquity em 17 de janeiro à chamada do Ministro de
> Comunicações para a consulta pública sobre rádio digital aborda vários
> destes temas em maior detalhamento. Eu lhe convido a ler este
> documento e em seguida decidir por você mesmo sobre a tecnologia de HD
> Radio e a sua capacidade de alcançar as necessidades do Brasil. Este
> material está disponível em:
> http://www.ibiquity.com/mimg/Brasil/...a_ibiquity.pdf
>
> Nossa empresa foi formada por radiodifusores para o desenvolvimento de
> uma tecnologia digital com o objetivo de encaminhar o radio para o
> século 21 e nos sentimos orgulhosos pelo sistema robusto e avançado
> que temos desenvolvido. Nós acreditamos firmemente que obtivemos êxito
> na criação da tecnologia digital mais refinada do mundo. A indústria
> do rádio está sofrendo devido a obsolescência tecnológica e o declínio
> do interesse público e deve adotar passos criteriosos neste momento,
> se quiser sobreviver. Acreditamos ter a resposta e a melhor solução
> para os radiodifusores e os cidadãos brasileiros. Eu sinceramente
> espero que você concorde. Se você tiver quaisquer preocupações ou
> perguntas sobre nossa empresa ou nossa tecnologia, por gentileza
> sinta-se à vontade para me escrever diretamente pelo email
> struble@ibiquity.com.
>
> Abraços a todos,
>
> Robert Struble
>
> Presidente & CEO
>
> iBiquity Digital Corporation
>
> struble@ibiquity.com
>
>
__________________
Plataforma Brasileira do Digital Radio Mondiale
www.drm-brasil.org

ABRADIG - Associação Brasileira de Radio Digital
www.abradig.org.br

Amostras de áudio de algumas rádios DRM:
www.zandomenego.com/ataliba/drm

Youtube channel:
www.youtube.com/atalibazf
PP5AZF-Ataliba is offline   Reply With Quote